QUINTA DO BOIÇÃO

Inserida na região demarcada de Bucelas, uma das mais antigas denominações de origem Portuguesa, a única onde apenas vinhos brancos e espumantes têm direito à Denominação de Origem (DOC) e onde o Arinto é a casta de excelência.

Decidida a seguir uma política de qualidade dos vinhos produzidos, as Caves Velhas (que mais tarde viriam a integrar o Grupo Enoport Wines) decidem adquirir, em Maio de 1983, a Quinta do Boição, cujos proprietários desde sempre lhes vendiam a sua produção, garantindo desta forma uma qualidade constante na produção dos seus vinhos de Bucelas.

A Quinta do Boição está localizada em Bucelas, junto à Ribeira do Boição, e inserida na famosa Região Demarcada de Bucelas, a cerca de 25 km de Lisboa, com boas acessibilidades através da A8 e A9. Localizada entre as margens da Ribeira do Boição e do Rio Trancão, tem uma área total de 45 hectares, dos quais 32,5 de vinha. Os solos são argilo-calcários, com uma altitude entre os 87m e 180m e uma boa exposição solar.

As vinhas não são regadas, uma vez que a humidificação do solo é feita de modo natural. O clima é bastante frio no Inverno, mas quente e seco no Verão e com uma certa humidade noturna, criando assim um microclima favorável ao equilíbrio perfeito entre os açúcares e a acidez e imprimindo uma vivacidade muito típica aos vinhos brancos desta região. A maior parte das práticas culturais são totalmente manuais como a poda, empa e a própria vindima, que tornam estes vinhos especiais e de grande qualidade.

Dos 32,5 hectares de vinha, 22 ha são plantados com castas brancas nomeadamente Arinto, havendo também 1 ha de Chardonnay e 10,5 hectares plantados com castas tintas, sendo 2,5 ha de vinhas velhas com mais 50 anos de idade e não aramadas e os restantes 8 ha com Touriga Nacional, Tinta Roriz, Syrah, Caladoc e Merlot. Estas vinhas dão origem à gama Quinta do Boição e ao reconhecido Caves Velhas Bucelas.

Inserida na região demarcada de Bucelas, uma das mais antigas denominações de origem Portuguesa, a única onde apenas vinhos brancos e espumantes tem direito à Denominação de Origem (DOC) e onde o Arinto é a casta de excelência.

Decidida a seguir uma política de qualidade dos vinhos produzidos, as Caves Velhas (que mais tarde viriam a integrar o Grupo Enoport Wines) decidem adquirir, em Maio de 1983, a Quinta do Boição, cujos proprietários desde sempre lhes vendiam a sua produção, garantindo desta forma uma qualidade constante na produção dos seus vinhos de Bucelas.

A Quinta do Boição está localizada em Bucelas, junto à Ribeira do Boição, e inserida na famosa Região Demarcada de Bucelas, a cerca de 25 km de Lisboa, com boas acessibilidades através da A8 e A9. Localizada entre as margens da Ribeira do Boição e do Rio Trancão, tem uma área total de 45 hectares, dos quais 32,5 de vinha. Os solos são argilo-calcários, com uma altitude entre os 87m e 180m e uma boa exposição solar.

As vinhas não são regadas, uma vez que a humidificação do solo é feita de modo natural. O clima é bastante frio no Inverno, mas quente e seco no Verão e com uma certa humidade noturna, criando assim um microclima favorável ao equilíbrio perfeito entre os açúcares e a acidez e imprimindo uma vivacidade muito típica aos vinhos brancos desta região. A maior parte das práticas culturais são totalmente manuais como a poda, empa e a própria vindima, que tornam estes vinhos especiais e de grande qualidade.

Dos 32,5 hectares de vinha, 22 ha são plantados com castas brancas nomeadamente Arinto, havendo também 1 ha de Chardonnay e 10,5 hectares plantados com castas tintas, sendo 2,5 ha de vinhas velhas com mais 50 anos de idade e não aramadas e os restantes 8 ha com Touriga Nacional, Tinta Roriz, Syrah, Caladoc e Merlot. Estas vinhas dão origem à gama Quinta do Boição e ao reconhecido Caves Velhas Bucelas.